Para quem ama amor

amor

Todos nós temos nossas sombras. Aqueles espaços profundos, escuros e inabitados. Não queremos mexer, não procuramos falar sobre, tentamos esconder ao máximo. Às vezes, as sombras surgem em uma sessão de análise e aí nos assustamos  diante do tamanho do abismo existente. As minhas sombras não são as mesmas que as suas. Porém, nem as…

Estou passando uma semana na casa dos meus pais, para ajudar a minha mãe nos cuidados com o meu pai. Tento me dividir entre home office, ajuda em casa e momentos de lazer com eles. Hoje, meu avô chegou em casa e ficou quase uma hora arrumando a mangueira que havia estragado. No alto dos…

E é essa a palavra que define o relacionamento desse casal: leveza. Bruno e Vanessa, sabem que, para ser amor, precisa ser leve. Afinal, de fardos e problemas, a vida já está cheia. Não pode pesar, não deve tomar mais espaço do que deveria, não é preciso que tenha mais sofrimento do que sorrisos. Para…

Para ir para a balada quando lá fora faz -1 grau. Para tirar o pijama no fim de semana. Para ter paciência em joguinhos de relacionamento. Para assistir minha novela no “Vale a pena ver de novo”. Para não entender a liquidez das relações.  Para não aceitar como o like se tornou mais importante do…

Essa semana li um texto maravilhoso do Zack Magiezi, que dizia que o amor é como uma refeição. Ninguém oferece uma refeição a amigos, familiares, ou a quem quer que seja, sem antes prová-la. É preciso se certificar de que não está muito salgada, nem insossa demais. É preciso atestar os temperos, sentir o sabor…

Tolerância. É a palavra que melhor define o relacionamento desse casal. E, aqui, tolerância está longe do significado literal de suportar, de aguentar. Os verbos abranger, incluir e acolher se encaixam melhor para dar o sentido correto do que é a tolerância e de como ela pode definir a história de Bruno e Andrea. A…

Akai Ito. A lenda japonesa ilustra bem o que é o relacionamento do Ademar e da Bruna. Akai Ito é uma lenda que diz que quando a pessoa é destinada a outra, ambas têm um laço vermelho que as ligam, no dedo mindinho. O laço pode embaraçar, emaranhar, mas ele nunca quebra. Podem ter pessoas…