Para quem ama liberdade

liberdade

Queria ser como aquelas pessoas que chegam e se despedem com uma facilidade invejável. Distribuem olá com alegria e aceitam o adeus com maestria. Que não se sentem nostálgicas em aeroportos e rodoviárias. Que chegam, aproveitam o momento e levam apenas boas lembranças. Não desejam ficar ou se sentem mal por partir, pelo contrário, nasceram…

Em tempos de descaso, importe-se. Diante de tanto ódio, ame. Depois de uma discussão, abrace. Mande mensagem no dia seguinte. Envie aquela música que te lembra o outro. Chore em algum ombro. Seque as lágrimas chorando de rir. Esteja lá quando te ligarem pedindo ajuda. Dê bom dia no elevador. Faça yoga, mas não se…

Esses dias, lendo uma matéria sobre a tal Escola de Princesas, descobri o que boa parte da sociedade ainda espera das mulheres. Lá as meninas aprendem a arrumar a cama, a se portar diante de uma mesa de jantar e a se apresentar como uma verdadeira princesa. Algumas ainda ensinam a virgindade como regra e…

Quando já não cabe mais. Quando o espaço está apertado para o tamanho que a pessoa ocupa. Quando as lágrimas são mais constantes do que os sorrisos. Quando tudo começa a pesar. É aí que é preciso entender que não há mais nada a ser feito. Que as tentativas se esgotaram, afinal, é impossível continuar…

Tem tanta gente falando o nome de Deus em vão. Indo todo fim de semana na igreja, fazendo jejum, “escolhendo esperar”. Tantas regras, pouca prática. Diante de inúmeros possíveis pecados, as pessoas se esquecem do essencial: o coração. Falam de uma forma bonita demais, mas agem de menos. Dão aquele jeitinho esperto, mentem uma besteirinha…

Se tem alguém que tem péssimas experiências com amores passados, essa pessoa sou eu. Aliás, escrever sobre relacionamentos não implica, necessariamente, em sucesso com eles. Azar, escolhas erradas, impossibilidades, tudo acontece comigo. No entanto, apesar de tantas quedas, procuro não depositar frustrações passadas em amores futuros. Termino um relacionamento e encerro um ciclo. Começo outro…

Não existe mais o edredom que nós dormíamos. Precisei trocá-lo por conta de alguns rasgos, depois de tanto tempo de uso. O meu perfume também não é mais o mesmo. Enjoei daquele que você tanto gostava, talvez porque ele me lembrasse você a cada vez que eu usava. Meu cabelo está levemente mais curto e…

Minha mãe sempre foi a “chefe” da casa. Sim, uma mulher. Ela sempre trabalhou fora, mesmo quando precisou deixar dois bebês, com um ano e quatro meses de diferença, com babás ou com as avós. Quando chegava do trabalho, ainda dava conta de nos dar toda atenção que precisávamos, de preparar o jantar e ainda…