Para quem ama intensidade

intensidade

“Não se deve deixar a outra pessoa com quem você se relaciona saber que ela exerce certo domínio sobre o seu sentimento”. Foi o que ouvi de um amigo esses dias. Segundo ele, quando o outro percebe que você já está “na dele”, começam as chateações. A outra parte utiliza-se do seu sentimento para manipulá-lo…

Eu não te respondi tudo o que eu queria naquele email. Não mesmo. Na realidade, eu queria que você me dissesse que largaria tudo aí. Que você viria me encontrar, depois de tanto tempo. Ou que eu pudesse ir. De alma e coração limpos, em direção à cidade que marcou a nossa história. Eu queria…

Vivemos conectados o tempo todo. Estamos sempre online, seja no trabalho, em casa, na rua e até mesmo no banheiro. Resolvemos tudo pelo celular e claro, com os relacionamentos, isso não seria diferente. As ligações e encontros passaram a ser raras exceções. Mandamos áudio, gravamos vídeo e digitamos textões imensos. Por vezes, preferimos despejar tudo…

Olha só, não tem necessidade de confundir fragilidade com fraqueza. São sinônimos segundo o dicionário, no entanto, no comportamento, apresentam diferenças essenciais. Ser frágil não é, necessariamente, ser fraco. Fragilidade tem muito mais a ver com delicadeza e nobreza do que com a fraqueza propriamente dita. São como as caixas de papelão, com o aviso:…

Sempre aprendi que não se deve brincar com coisa séria. Não se brinca com trabalho, nem com doença e, principalmente, não se brinca com as pessoas. Sentimento é coisa séria. Com o seu, você pode até dar umas risadas de vez em quando, mas com o dos outros é brincadeira de mau gosto. É maldade.…

Você está chegando agora na vida dela. Está invadindo aos poucos a rotina, descobrindo suas manias, desvendando sua intimidade. Boas coisas você já conhece bem. Já sabe que ela gosta de ficar em casa, de pijama, sem a menor necessidade de que o dia seja útil. Já viu que a família é a direção dela,…

Quando eu era adolescente e minha mãe me pedia para ajudar com a limpeza da casa, eu logo desanimava. Era uma tortura. Enrolava para começar, para fazer e para terminar. Na maioria das vezes, nem conclusão havia. Tinha que varrer toda a casa, depois disso, buscar a pá, coletar a sujeira e levar ao lixo.…