Para quem gosta de Cotidiano

Cotidiano

Li essa frase em um dos famosos guardanapos escritos pelo Fabrício Carpinejar. Aí me coloquei a pensar sobre o quanto temos medo de nós mesmos. Por receio de nos encarar de frente, de estarmos definitivamente só, recorremos até mesmo a falsas ilusões de amor. Aquele ditado de que “não era amor, era cilada”, pode também…

Estou passando uma semana na casa dos meus pais, para ajudar a minha mãe nos cuidados com o meu pai. Tento me dividir entre home office, ajuda em casa e momentos de lazer com eles. Hoje, meu avô chegou em casa e ficou quase uma hora arrumando a mangueira que havia estragado. No alto dos…

Lembro muito bem de que, quando era criança, ouvia minha irmã reclamar muito de dor nas pernas. Minha mãe, muito preocupada, ia de médico em médico em busca de uma solução. Até que, finalmente, descobriram que a dor nas pernas não era nada grave, pelo contrário, era sinal de saúde. Era a chamada dor do…

Eu sempre senti um vazio enorme. Vazio de vida, angústia permanente, espaço que parece faltar no meu cotidiano. Brinco que vivo a andar com uma falta por aí. Mas, falta do que? Tenho, hoje, uma profissão que me completa, uma família maravilhosa e uma vida digna de muito agradecimento. No entanto, a falta não está…

O ditado diz que quando estamos procurando algo, dificilmente achamos. Um objeto perdido, a saída para um problema, a solução para alguma situação da vida. Aí, quando saímos de cena, tiramos o foco do problema ou do objeto perdido, de repente, a solução aparece. Encontramos o que tanto procurávamos, em lugares em que jamais esperávamos.…

Ir atrás de um sonho é maravilhoso, mas nem sempre fácil. Realizar um desejo implica em renunciar algumas coisas. A parte financeira, por exemplo, parece não combinar em nada com o que se quer ou com o que nos deixa bem. Tentamos, corremos atrás, persistimos, mas, nem sempre, colhemos os frutos que esperamos, de imediato.…

Sabe aquele velho ditado de que mar calmo nunca fez bom marinheiro? Pois é, é em meio às ondas gigantes que aprendemos, de fato, a navegar. Isso serve tanto para os dias de mar agitado ou para os dias em que a vida insiste em nos balançar na travessia. De repente, de um dia para…

É sobre te abraçar e sentir a textura da sua blusa de manga longa nos dias frios. É sobre a companhia na sexta-feira à noite, de pijama, cabelo desarrumado e novela das nove. É sobre o almoço durante a semana, entre aquele intervalo de trabalho. É sobre o cheiro tão característico do perfume e aquele…