Para quem ama cotidiano

cotidiano

Amor-checkpoint. É assim que posso definir o relacionamento desse casal, Guilherme e Maria Isabel. Os dois, apaixonados por jogos eletrônicos, sabem muito bem a importância de um checkpoint. Checkpoints são locais em um jogo eletrônico onde o status de um jogador é salvo e onde o personagem irá reaparecer com o mesmo status. Quando se está jogando, chega-se a…

Amor-Sol. É essa a metáfora que melhor define o relacionamento desse casal, Matheus e Isadora. Quando perguntei à Bárbara, irmã da Isa, uma metáfora que os definisse, ela foi logo falando do Sol. Para ela, esse casal ilumina a vida um do outro. Sem o parceiro, a vida perde a luz, perde a graça, perde…

Amor-trevo-de-quatro-folhas. É essa a metáfora perfeita para definir o relacionamento desse casal, Paulo e Kellen. Quando perguntei à Kellen, o que o Paulo significava na vida dela, ela foi logo me dizendo o quanto era sortuda por tê-lo encontrado. E sim, eles dois tiraram a sorte grande ao encontrar um ao outro. O trevo-de-quatro-folhas é…

Amor via de mão dupla. É assim que posso definir o relacionamento desse casal, Rafael e Andréa. O amor deles é, metaforicamente, como uma vida de mão dupla. Enquanto um vai, o outro vem. Não há apenas um sentido, um caminho. Não há um que apenas faz e um que apenas recebe. É uma troca,…

Amor super-herói. É assim que posso definir o relacionamento desse casal, Moisés e Bianca. O Moisés, apaixonado pelo universo dos heróis em quadrinhos, jamais imaginou que, na vida real, o amor fosse o grande herói. É ele que os arrebatou, que os libertou, dando-lhes uma nova perspectiva de vida. Não é preciso ser o Homem-…

Eu te amo. I love you. Ti amo. Je t’aime. Te quiero. Aishiteru. Em português, inglês, italiano, francês, espanhol ou japonês. Não importa a língua, todas as frases expressam o mesmo sentimento: amor. E esse casal, Renato e Geovana, criaram uma língua própria para expressá-lo. O “eu te amo” deles é a pergunta: “Como foi…

Sempre fui resistente às mudanças. Quando eu era criança, minha mãe decidiu trocar o sofá da sala. Quando me deparei com o sofá novo, senti uma enorme sensação de desajuste, de não pertencimento. Afinal, o sofá antigo era o meu abrigo e conforto para os dias de pijama, filmes ou um bom livro, enquanto estivesse…

Dizem que a rotina é a pior inimiga de um relacionamento. A regra parece clara: só o início é prazeroso. Depois, chegam os problemas, conhecem-se os defeitos, o encanto se perde. Na rotina, dizem por aí, o amor tende a virar amizade ou, às vezes, nem isso mais. Por isso, tantos temem o casamento ou…