Para quem ama respeito

respeito

Desde criança, mentira nunca me agradou muito. Odiava me sentir enganada pelos adultos, que falavam uma mentirinha de leve para esconder algo que menores não podiam saber. Eu também não costumava mentir. Pelo contrário, era sincera até demais. Lembro-me de uma vez ter chegado em um conhecido do meu pai, que estava em uma roda…

Tornar-me celebrante de casamentos foi uma realização entre unir a paixão pelas palavras e o prazer em descobrir e revelar as histórias por trás dos relacionamentos. Meus pais foram os responsáveis por me inspirar. Casados há 28 anos, o amor dos dois ultrapassa obstáculos, o tempo e a doença do meu pai. Meu pai completou…

Nas minhas entrevistas com os casais, para construir o texto da cerimônia personalizada para o casamento, muitos afirmam que o segredo para uma relação de sucesso é a amizade. É preciso ser amigo de quem você ama. No entanto, diante de tantos relacionamentos em que o ódio anda lado a lado com o desejo, é…

Às vezes, ceder é um fardo. Vai pesando, pesando, até que você não consegue mais ceder, muito menos suportar toda a relação. Você começa cedendo porque ama. Porque gosta de ver o outro feliz. Deixa de lado sua opinião, releva o que te chateia. Depois, cede para não brigar. Cede porque não quer ser julgada…

Às vezes, amamos tanto que dá vontade de “guardar em um potinho”. De deixar lá, para admirar, proteger e livrar dos sofrimentos e ameaças do mundo lá fora. Mas aí, o pote, mesmo rodeado de muito amor e carinho, torna-se prisão. E é o que também acontece com os pássaros. Quando eles são poupados do…

Há uma linha tênue entre o amor e a possessão. É realmente difícil amar e deixar livre. Amar e respeitar as diferenças. Amar e não participar de tudo na vida do outro. No entanto, dizem que o segredo para a felicidade de um relacionamento consiste exatamente nisso: deixar que o parceiro ou parceira viva sua…

Nesse momento, a música está tão alta justamente para não poder ouvir os gritos do meu coração. O meu desejo é abandonar tudo no trabalho e correr para fazer as pazes com ele. Sinto como se tivesse levado golpes certeiros no peito. Dói demais ficar horas sem conversar, sem trocar carinhos, sem saber que há…

Cleuza acorda todos os dias às 5h. Prepara os filhos de 2, 3 e 5 anos de idade para levá-los à creche. Pega dois ônibus até lá e depois mais dois até o trabalho. O expediente vai até às 18h, servindo café, água e lanchinhos a executivos da empresa. Diante de tanta correria, hoje, ela…